Postagens Populares

[Filmes e Series] Everything Sucks!

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018


Olá leitores, como vão?
O assunto de hoje e sobre uma serie que estreou na sexta feira na nossa querida ''salvadora de finais de semana'' Netflix. É uma história que se passa no ensino médio dos anos 90, mas precisamente em 96, onde narra a vida de seis adolescente em um cidade pacata do interior. Espero que gostem.


SinopseSituada na cidade da vida real de Boring, Oregon em 1996, Everything Sucks! é uma história peculiar e engraçada sobre a chegada desta idade e gira em torno do Clube de Audiovisual e do Clube de Teatro da Escola de Boring – dois grupos de nerds excluídos, que juntarão forças para fazer um filme e suportar o purgatório conhecido como High School. 



Luke, Tyler e McQuaid acabam de entrar para o ensino médio, e como todo aluno, estão super animados - Só que não - , o trios decide entrar no clube de videos onde conhecem  Kate a garota ''deslocada'' filha do diretor. Luke se interessa por Kate assim que há vê, mas a garota guarda mais segredos do que o nosso protagonista pode imaginar. Kate é lesbica, mas mesmo assim insiste em ficar com Luke, por estar confusa e com medo.

Em um tentativa de ficar com Kate, o casal acaba em um incidente, onde alagam o lugar onde o clube de teatro ensaia e apresenta suas peças, e a confusão começa. Em um tentativa de apaziguar a guerra entre os dois clubes, Luke tem a ideia de fazer um filme com o grupo de teatro, e a partir dai algumas coisa mudam. Não só na relação entre eles, como na vida de cada um.


Luke O'Neil e filho de mãe solteira, e a mesma raramente está em casa. O garoto e apaixonado por cinema e herdou isso do pai, do qual ele odeia. Seu pai o abandonou quando ainda era uma criança e isso o fez ficar ressentido. A relação de Luke e sua mãe e bem legal, ela e aberta e conversa sobre tudo com seu filho. Luke é meio mimado, teve momentos na serie que ele foi bem idiota, principalmente com a Kate, o que me fez ficar com um pouco de raiva dele. Mas no final ele se redime. Kate é um das minha favoritas, ela também adora cinema e a Tori Amos ( deem um pesquisada, ela tem musicas ótimas). Ela e órfã de  mãe, e seu pai faz o possível para criar a filha da maneira certa. O pai dela e bem para cima e super engraçado, além de ser compreensivo e um paizão, sabe. Kate além de tentar entender sua sexualidade, ela guarda o motivo da morte de sua mãe é isso só e revelado no final. Confesso que fiquei emocionada com a cena em que ela conta a história para o Luke.


O Tyler e o McQuaid foram os meus favoritos. Não foram tão explorados, já que são personagens mais voltados para a comedia da serie. Tyler tem dificuldade de aprendizagem, ele e o tipo de personagem bobinho e piadista. Um amor. Já o McQuaid e aqueles nerds tradicionais, tipo, todo certinho e sabe tudo. Ele e bem realista e sarcástico, o que me fez cair de amores por ele. 



Oliver é um ator nato, ele e do tipo que só se importa com a atuação e mais nada. Seu sonho é ir para Nova York tentar a carreira como ator. Adorei a relação dele e o Tyler - lembra muito o Steve e o Dustin na segunda temporada - ele foi pouco explorado. Quero muito uma segunda temporada para termos um visão melhor de cada um. Emalaine me surpreendeu muito, eu comecei odiando ela e terminei o seriado amando-a. Ela e a Kate são muito fofas juntas.





Confesso que quase chorei com a tamanha nostalgia dessa serie. Eu sou apaixonada pelos ano 90 e essa serie foi quase um presente. Eu estou apaixonada demais por essa serie e necessito de um continuação - por favor netflix! Nunca te pedi nada! - . Enfim, a história e super legal. Tem aquela nostalgia boa, musicas maravilhosa , drama e romance adolescente. Recomendo muito. 


4 comentários

  1. Parece uma série bem bacaninha. Eu comecei hoje a ver Dear Withy People e pretendo finalizar antes de começar outra.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. O Tyler e o McQuaid também são os meus favoritos! Gosto desses personagens que são o alívio cômico, "o amigo engraçado do protagonista" e coisas do tipo, sempre me conquistam mais do que o elenco principal - por exemplo, não consigo gostar do Luke, que é um egoísta, age de forma bem babaca ao longo da série e só se redime no final por síndrome de protagonista.

    Mas a série é ótima! Netflix sabe que o nosso ponto fraco é a nostalgia, depois de todo aquele sucesso de Stranger Things, e resolveu fazer outra série voltada pra temática. Espertinha! Mas quero mais!

    <3 Elfo Livre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Eu achei ele bem mimando e chatinho. As atitudes legais dele acabam ficam escondidas na atitude de babaca. Eu amei ele demais, e o Oliver tambem;
      Sim. Por mais series assim pro favor!
      Beijos

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.