Resultado de imagem para juntando os pedaços livro


“– A gente não pode lutar as batalhas das outras pessoas, por mais que dê vontade.”

Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.



“Nos últimos dois anos e meio, a única coisa com que precisei me preocupar foi sobreviver. O foco de todas as pessoas à minha volta, e o meu, era: Você tem que melhorar. E agora estou melhor. E se eu decepcionar todo mundo depois de todo o tempo e esforço que investiram em mim?”
O livro e dividido entre dois pontos de vista: O de Libby que está tentando se adaptar a sua nova vida depois de ter sido resgatada de sua casa por conta da sua obesidade. Depois do ocorrido, a garota da um guinada na vida dela, perdendo peso e voltando a estudar, só que como ela já previa, as coisas não são tão fáceis. E o segundo ponto de vista é o de Jack que tem uma doença em que seu cérebro não consegue reconhecer os rostos das pessoas, inclusive os de sua própria família, o que é um fardo enorme para ele que mantem isso em segredo dos seus amigos e conhecidos. A vida de Jack e Libby se cruzam de um jeito não muito bom, mas ao ser obrigados a passar mais tempo juntos, eles veem que tem varias coisas em comum e acaba encontrando um no outro um o que faltava em si.


“Alguém gosta de você. Você é necessário. Você é amado.”

Vamos começar por Libby: Sem sombra de duvida essa personagem é uma das minhas favoritas em todo o mundo literário. Ela é exemplo de superação e força, não é qualquer um que encara um escola cheia de adolescentes depois de anos reclusa e ainda aguenta as ''brincadeiras'' sobre o seu peso e aparência com muito bom humor. Já Jack foi um verdadeiro otário no começo do livro, mas aos poucos foi ganhado minha afeição ao se redimir e tudo mais.

Emfim, super recomendo. É um leitura simples e apaixonante e a Jennifer Niven não decepciona em nenhum capitulo. Espero que tenham gostado e até a próxima. 


Classificação:





Um Comentário