''Todo mundo sabe tudo sobre nascimento. Mas ninguém sabe nada sobre a morte.''

Sinopse: Millie Bird é uma garotinha de apenas 7 anos que já sabe muita coisa. Ela já descobriu que todos nós um dia vamos morrer. Em seu Livro das Coisas Mortas, ela registra tudo o que não existe mais. No número 28 ela escreveu “Meu Pai". Millie descobriu também, da pior forma possível, que um dia as pessoas simplesmente vão embora, pois a mãe dela, abalada com a morte do marido, a abandona numa grande loja de departamentos. Ela só não está triste porque conheceu Karl, o Digitador, um senhor de 87 anos que costumava digitar com os próprios dedos frases românticas na pele macia de sua mulher. Mas, agora que ela se foi, ele digita as palavras no ar enquanto fala. Ele foi colocado pelo filho em uma casa de repouso, porém, em um momento de clareza e êxtase, ele escapa, tornando-se então um fugitivo. Agatha Pantha é uma senhora de 82 anos que mora na casa em frente à de Millie e que não sai mais, nem conversa com ninguém, há sete anos. Desde que o marido morreu, ela passou a viver num mundinho só dela. Agatha preenche o silêncio gritando, pela janela, com as pessoas que passam na rua, assistindo à estática na televisão e anotando em seu diário tudo o que faz. Mas, quando descobre que a mãe de Millie desapareceu, ela decide que vai ajudar a menina a encontrá-la. Então, a adorável garotinha, o velhinho aventureiro e a senhorinha rabugenta partem em uma busca repleta de confusões e ensinamentos, que vai revelar muito mais do que eles imaginam encontrar.



''Estou aqui mamãe.''

O livro conta a história de Millie uma garotinha de 7 anos que perdeu o pai e foi abandonada pela mãe em um loja de departamento. Millie e um menina fofa, esperta e carismática, em sua ingenuidade ela espera a mãe voltar pra busca-la, mas ela nunca volta. Ela não faz ideia do que fazer para procurar sua mãe.  E ai que dois personagens entram: Karl , de 87 anos, que perdeu a esposa a pouco tempo e ainda vive o seu luto é Agatha, uma senhora que vive em um estado de depressão avançada. Os três saem a procura da mãe de Millie

''A vida decide o que vai acontecer, não você.''
Eu chorei tanto nesse livro que vocês não tem noção. Nuca horei tanto ledo como chorei com essa leitura. O começo já me matou, principalmente quando Millie fica esperando a mãe dela na loja e ao decorrer dos dias ela começa a perceber que sua mãe não vai voltar. Nossa, isso me matou.  Mas a história também tem momentos muito engraçados, eu adorei o Karl.
O livro e do tipo que nos faz refletir, que nos ensina que a vida é frágil e passageira. Que o amor tem que ser demonstrado hoje e que amanhã poderá ser tarde demais. Eu adorei o livro e recomendo.


Classificação:


2 Comentários

  1. Adorei a resenha, não conhecia esse livro.
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades <33

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenho gostado e seja bem-vinda <3
      Beijos

      Excluir